O sonho de todo Gestor de Pessoas é conseguir selecionar a pessoa mais adequada para cada cargo. Em geral, isso é feito por meio da análise do currículo, que indicará o perfil técnico do candidato, nada dizendo sobre suas competências de comportamento.

Mas e se existisse uma ferramenta que permitisse analisar como as pessoas se comportam em diferentes situações e conhecer seus pontos fortes e fracos? É exatamente essa a proposta da avaliação de perfil comportamental.

No post de hoje, vamos explicar como a avaliação de perfil comportamental pode ajudar a sua empresa a montar equipes espetaculares, nas quais cada pessoa tenha o perfil mais indicado para o cargo, e também a conhecer e melhorar os pontos fortes e fracos dos colaboradores. Vem com a gente!

O QUE É A AVALIAÇÃO DE PERFIL COMPORTAMENTAL?

Aliada muito útil dos Gestores de Pessoas, a avaliação de perfil comportamental analisa as competências do colaborador e as relaciona aos seus comportamentos e atitudes. Dessa forma, pode-se conhecer melhor seu jeito de ser e agir.

A Avaliação Comportamental é especialmente útil para descobrir novos talentos e colocar as pessoas certas nas funções certas, obtendo o melhor desempenho de cada pessoa. Imagine, por exemplo, que uma pessoa extremamente proativa ocupe um cargo burocrático ou rotineiro em que tenha pouca liberdade de decisão e que precise obedecer a processos rígidos.

Com o tempo, o colaborador ficaria desmotivado, seu desempenho iria se deteriorar e acabaria se desligando ou sendo desligado da empresa. A Avaliação Comportamental previne que casos como esse ocorram, permitindo que os gestores possam selecionar os perfis certos para cada função.

A IMPORTÂNCIA DA AVALIAÇÃO DE PERFIL COMPORTAMENTAL

Utilizar os perfis comportamentais na sua empresa é um grande diferencial competitivo. A ferramenta permite descobrir novos talentos, desenvolver lideranças, aprimorar competências, ter mais assertividade nos processos de seleção e recrutamento, formar equipes mais fortes e produtivas, aumentar a motivação e o engajamento.

A avaliação de perfil comportamental, quando bem feita por especialistas em gestão de pessoas, reduz o turnover, pois as pessoas contratadas terão o comportamento compatível com o tipo de atividade que irão desenvolver. Como consequência, há também o impulsionamento da produtividade e motivação, além da formação de equipes mais coesas e harmônicas.

Nesse sentido, a empresa reduz custos com a abertura de diversos processos seletivos e rescisões de contrato. Além disso, a avaliação de perfil comportamental também é de grande ajuda para promover a capacitação, pois permite conhecer as competências dos colaboradores, seus pontos fortes e fracos e o que precisa ser melhorado nos treinamentos.

A METODOLOGIA DISC

A metodologia DISC é uma das ferramentas mais utilizadas e eficazes, atualmente, para a realização da avaliação de perfil comportamental. Ela foi criada por William Moulton Marston, grande pesquisador nos campos de psicologia, motivação e relações humanas.

Segundo a metodologia DISC, o comportamento de qualquer colaborador se baseia em quatro pilares básicos, que podem ser combinados. Cada pessoa tem um pouco de cada um deles, mas alguns traços aparecem com mais predominância que outros. Esses pilares são:

Dominância (dominance)

Pessoas competitivas e que adoram desafios. Esse perfil é ousado e agitado, gosta de liberdade e busca resultados objetivos. Se não trabalhar os pontos fracos, pode se tornar autoritário e ter dificuldade em criar boas relações, formando desafetos.

Influência (influence)

Pessoas magnéticas e entusiasmadas que valorizam os relacionamentos e a influência que exercem. Esse perfil é comunicativo e costuma se relacionar bem com todas as pessoas. Como pontos negativos, precisa trabalhar para conseguir se concentrar por longos períodos e não deixar as emoções atrapalharem decisões que exigem racionalidade. 

Estabilidade (steadness) 

Pessoas cuidadosas e pacientes. Geralmente se planejam bem e analisam os cenários possíveis. Conseguem manter a calma mesmo nos momentos de tensão. Por outro lado, têm dificuldade em situações que pedem improviso e mais flexibilidade. 

Conformidade (conscientiousness)

Pessoas racionais, organizadas e detalhistas, que gostam de seguir diretrizes bem definidas. Dificilmente este perfil apresentará problemas de insubordinação e será bastante operacional. Como pontos negativos, precisa trabalhar para tomar decisões rápidas, ser mais sociável e ter mais proatividade. 

ATENÇÃO COM OS PERFIS

Algumas empresas podem achar que existem perfis melhores que outros. Na verdade, os perfis comportamentais servem como referência para encontrar candidatos que melhor se adequem a determinadas funções.

Um perfil influência pode ser ótimo para um cargo de vendedor, mas não tão útil quando um perfil conformidade para um cargo de programador que precise desenvolver um software complexo.

Além disso, ter um time com diferentes perfis é recomendado para não ficar preso sempre a um mesmo ponto de vista ou forma de agir. A melhor forma de usar a avaliação de perfil comportamental a favor da organização é entender como cada perfil pode se encaixar nas diferentes funções e estratégias da empresa.  A avaliação também é muito útil para auxiliar os treinamentos, ao identificar quais competências os colaboradores já têm e quais precisam ser melhoradas. 

Quer usar os perfis comportamentais para melhorar o desempenho da sua empresa? Conheça os treinamentos da Megalógica Academy. Utilizamos a metodologia DISC para trabalhar competências e mudar as pessoas de dentro para fora.

Há mais de 20 anos mercado e com mais de 3 mil pessoas formadas, nossos treinamentos são diferentes de tudo o que você já viu no mercado. Siga também @megalogica.projetos nas redes sociais para acompanhar todas as nossas publicações. 

#Megalógica #treinamentocorporativo #perfiscomportamentais #disc #MegalógicaAcademy