Treinamento no local de trabalho cresce entre empresas brasileiras

By 5 de novembro de 2019 Marketing

As empresas brasileiras têm dado preferência aos treinamentos corporativos no local de trabalho em detrimento ao treinamento formal. É o que apontam os dados da 12ª edição da pesquisa Panorama do Treinamento no Brasil, realizada pela Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABDT). Foram ouvidas  738 empresas nacionais e multinacionais de diferentes setores.

Apesar de os treinamentos formais ainda representarem 61% da distribuição de gastos com treinamento nas empresas, a pesquisa aponta que esse percentual diminuiu em comparação com os anos anteriores. O treinamento no local de trabalho ficou com 26% da distribuição de gastos, número que aumentou em relação à última medição. Despesas não relacionadas a treinamentos somam 13% da distribuição dos gastos. 

A TEORIA 70:20:10

Para os organizadores da pesquisa, uma hipótese para esse aumento seria a difusão da teoria 70:20:10. Segundo esse estudo, 70% do aprendizado acontece no ambiente de trabalho, com a prática, em meio aos seus reais desafios e rotinas. 20% do aprendizado seria consolidado por meio das relações sociais e somente 10% por treinamentos formais. 

Os pesquisadores chamam a atenção para o fato de que a análise considera a distribuição de gastos com treinamento e não o volume de treinamentos.  Considerando que os treinamentos no local de trabalho requerem investimentos menores, seu volume total deve ser maior que a proporção apresentada na pesquisa.

TREINAMENTO TERCEIRIZADOS SÃO TENDÊNCIA

A pesquisa também aponta outras tendências interessantes. Cresce, ano a no, a despesa com treinamentos terceirizados, ou seja, com consultores e professores, cursos e seminários com pessoas de fora da empresa. Identificou-se, também, uma diminuição dos investimento com cursos curriculares, como pós-graduação, MBA e mestrados em decorrência de um aumento na oferta de candidatos mais bem qualificados no mercado. 

A distribuição de gastos com treinamento pelas empresas é feita, segundo o estudo, da seguinte forma: 49% do total é investido em treinamentos terceirizados. 38% são despesas internas e apenas 13% são direcionados para cursos curriculares. 

Neste artigo, mostramos a importância que as empresas têm dado a treinamentos com consultores e cursos especializados e também como vêm crescendo os treinamentos no local de trabalho. 

E na sua empresa, como são os investimentos com treinamento? Já fizeram? Gostaram dos resultados?  Se a sua organização tem interesse em treinamentos no local de trabalho para aperfeiçoar a equipe e processos, melhorar a comunicação, liderança e a produtividade, conheça os treinamentos da Megalógica que já transformaram centenas de empresas.Siga também nossos perfis nas redes sociais para acompanhar dicas e tendências sobre empreendedorismo e Marketing.

#Treinamento #desenvolvimentopessoal #Megalógica