O treinamento corporativo é o processo em que a uma pessoa ou equipe é preparada para desempenhar de maneira excelente as tarefas do cargo que ocupa.  É um meio para desenvolver competências para que os colaboradores se tornem mais produtivos e criativos, para que possam contribuir melhor aos objetivos da empresa.

Para fazer um bom treinamento corporativo na sua empresa, é preciso ter em mente os tipos de treinamento existentes e os objetivos que a organização almeja alcançar.

Existem treinamentos destinados a ensinar os colaboradores sobre processos, normas da empresa, ou novas ferramentas de trabalho. Outros focam em desenvolver habilidades e competências. Há também aqueles que propõe a mudança de hábitos e cultura para lidar com clientes internos e externos e com o próprio trabalho.

Em geral, o processo para a realização de um treinamento envolve um ciclo de quatro etapas:

1 – Diagnóstico:

É o levantamento das necessidades ou carências a serem atendidas pelo treinamento. Elas podem ser atuais ou futuras. Se a empresa está se preparando para entrar em um novo, mercado, por exemplo, pode ser necessário o treinamento para desenvolver novas habilidades ou conhecer novas ferramentas.

É nesta etapa que se definem os objetivos principais do treinamento. Do que sua empresa precisa? Diminuir problemas de comunicação? Criar processos mais eficientes? Capacitar tecnicamente uma equipe? Melhorar a relação de colaboração entre as equipes?

Tente responder perguntas como: Quais são os objetivos da empresa? Que competências são necessárias para atingir esses objetivos? Quais são os problemas de produção e de pessoal? Como estão os resultados da avaliação de desempenho?

2 – Desenho:

Neste momento, será elaborado o projeto ou programa de treinamento adequado para atender as necessidades levantadas na etapa do diagnóstico. A própria organização pode desenhar um treinamento, mas em geral, ele é realizado por empresas especializadas, como a Megalógica Academy. Embora haja treinamentos preestabelecidos, é possível customizá-los e redesenhá-los para atender as peculiaridades de cada cliente.

Ao fim desse processo, deverão ser respondidas as perguntas: Quem é necessário treinar? Como treinar? Em que treinar? Onde será feito o treinamento? Quando será feito o treinamento?

3 – Implementação:

Hora de colocar o treinamento em prática. Nesta etapa será realizado o treinamento conforme o programa que foi desenhado.  A duração do treinamento varia de acordo com os objetivos e número de pessoas para quem é direcionado.

Na Megalógica Academy, por exemplo, o treinamento “Comunicação Espetacular”, tem a duração de 2 módulos de 4 horas cada. Já o treinamento para o desenvolvimento de lideranças “Líderes de Alta Performance” é composto por 3 módulos de 4 horas.

4 – Avaliação:

Nesta etapa, é importante verificar os resultados obtidos com o treinamento. É claro que algumas melhorias, como o aumento de produtividade, processos mais efetivos e melhora no clima organizacional serão mais perceptíveis com o tempo, porém é totalmente possível estabelecer indicadores objetivos como nível de absenteísmo, nível de rotatividade e melhora nas avaliações individuais para medir o sucesso do treinamento.

Conclusão

É importante ressaltar que o treinamento não deve ser encarado como simplesmente realizar cursos ou transmitir novas informações. Um treinamento é bem sucedido quando consegue fazer com que os profissionais da empresa atinjam o nível de desempenho desejado pela organização.

Já levantou as necessidades e objetivos da sua empresa? Então entre em contato com a Megalógica Academy e conheça nossos treinamentos, pelos quais já passaram mais de 3 mil pessoas. Atuamos há 20 anos no mercado e realizamos treinamentos diferentes de tudo o que você já viu no mercado corporativo.