Um Novo Olhar Sobre Você Mesmo

By 15 de outubro de 2019 Treinamento

É preciso enxergar aquilo que somos e fazemos, mas não percebemos

Imagine uma reunião de negócios entre representantes de dois países fictícios. Na cultura do país do anfitrião, muito abastado e próspero, é educado sempre oferecer mais comida ao convidado assim que ele acaba a refeição, pois tradicionalmente o convidado a recusará após o primeiro prato em sinal de gratidão. Já no país do convidado, mais carente, é um pecado mortal recusar a comida que lhe oferecem, em respeito aos que pouco têm.

Ora, esse encontro não terá bons frutos. Ou o anfitrião ficará sem ter o que oferecer ou o convidado entrará em colapso de tanto comer. Essa anedota é contada para que as pessoas percebam a importância de se conhecer a cultura e os valores das outras, evitando diversos problemas e conflitos.

A história dos dois países, por ser algo exagerado contrastante, nos ajuda a enxergar que é preciso ter tato para conciliar crenças e valores diferentes. O que não percebemos, porém, é que, tanto em nossa vida pessoal quanto profissional, situações como a da história acontecem o tempo inteiro sem que a gente se dê conta!

Conhece a ti mesmo

Nosso comportamento é regido, em grande parte, por nossos valores e crenças, que ajudam a formar a nossa cultura. Apesar de estarmos inseridos em diversas culturas, como a da nossa família, empresa e dos vários grupos aos quais pertencemos, também temos uma “microcultura” própria que, vez ou outra, entrará em conflito com a de outras pessoas.

Esses valores e crenças que formam nossas atitudes nem sempre são perceptíveis para nós mesmos de forma consciente. Cabe usar a metáfora do peixe que vive no aquário: ele nasceu na água, vive na água e seu universo está contido no aquário.
Nesse sentido, o peixe não se dá conta de que existe água ou aquário, afinal ele não conhece realidade onde não haja a água ou seu aquário. Assim como nós não ficamos pensando conscientemente no ar que respiramos, o peixe não percebe a água que o cerca.

Da mesma forma, as crenças e valores que carregamos muitas vezes não são visíveis para nós. São coisas tão entranhadas em nossa mente que não as vemos mais, assim como o peixe não nota que vive na água.
E como cada pessoa é um peixe vivendo em seu próprio aquário subjetivo, os valores, crenças e comportamentos em nosso círculo pessoal e profissional, eventualmente, irão se chocar, causando conflitos.

Não é a toa que um sábio filósofo de antes de cristo já dizia “conhece a ti mesmo”. A partir do momento que temos consciência do que somos e fazemos, temos a possibilidade de nos aperfeiçoarmos, trabalhar pontos negativos e agir de forma mais positiva com quem nos cerca.

Choque de culturas

Diferentemente de nossa vida pessoal, em que tendemos a nos aproximar de gente que pensa parecido, o ambiente corporativo nos coloca juntos de pessoas com diferentes histórias pessoais, experiências e valores.

Essa diversidade é positiva, no sentido de que nos faz ver as coisas sob diferentes pontos de vista. Por outro lado, é preciso ficar atento aos conflitos que podem surgir quando comportamentos, valores, crenças e atitudes variadas entram em choque.

Muitas vezes, uma atitude, uma piada, um gesto ou uma forma de falar que para uma pessoa pode soar inocente ou mesmo positivo podem ser interpretados de maneira negativa ou totalmente diferente.

Tudo isso, se não trabalhado, pode levar a problemas de comunicação, perda de motivação e produtividade, desentendimentos, falta de sinergia e coesão nas equipes. Soma-se a isso um fenômeno psicológico chamado projeção, que consiste em não perceber em si mesmo defeitos criticados em outras pessoas. Acha o outro arrogante, incômodo, metido, irritante? Pode ser que você esteja agindo assim e nem note.

Treinar para transformar:

Dessa maneira, é preciso enxergar o que somos e como agimos, mas não percebemos. Identificar nossas atitudes, valores, ideias e cultura que parecem tão naturais em nós que nem nos damos contas de que existem e que podem conflitar com outras pessoas.

Por essa razão, a Megalógica oferece treinamentos corporativos que transformam indivíduos e equipes de dentro para fora. Gestores e colaboradores serão capazes de se enxergar seus pontos fortes e fracos, além de melhorarem a percepção sobre si mesmos e os outros.

O efeito transformador é tão impactante que é com muito orgulho e satisfação que recebemos muitos depoimentos de pessoas que melhoraram suas relações não só com colegas de trabalho como também com familiares, companheiros e amigos.

Se você quer melhorar a sinergia e a performance da sua equipe, é fundamental que todos se conheçam, estejam alinhados e saibam como extrair o melhor de si. É promovendo reflexões, autoconhecimento e integração que o treinamento corporativo transforma sua empresa.

Acesse o site da Megalógica para saber mais sobre nossos treinamentos e conhecer todas as nossas soluções. Temos certeza de que, juntos, podemos transformar vidas e alcançar resultados espetaculares.

#Megalógica #Treinamento #desenvolvimentopessoal #performance