A terapeuta holística e educadora Cris Lacerda embarca no Carrossel do Cirilo para falar sobre a importância do autoconhecimento. Cris trabalha em um processo para trazer a consciência do poder que cada um tem de olhar para sua própria jornada de uma forma integral. Com seu trabalho, a terapeuta nos ajuda a olhar para cada parte que nos faz ser únicos e ao mesmo tempo unos.

O autoconhecimento começa por querer se conhecer, é topar entrar na aventura da vida se aceitando e aceitando as próprias características. Inclusive acolhendo com carinho as dores que nos fazem ser quem somos e nos proporcionam ferramentas incríveis.

MEDOS

O medo é algo natural da experiência humana. Encarar nossos medos faz com que a gente gere movimento e não fiquemos paralisados diante deles. Diante dos medos, nosso corpo trabalha para que a gente sobreviva, oferecendo recursos para isso.

Principalmente após as grandes guerras, passamos a focar muito mais nos problemas psicológicos que precisavam ser tratados do que nos potenciais que possuímos. Olhar somente para os extremos (neuroses e potenciais) nos impede de ver o todo e nos entender por completo.

É importante olhar para nossas as características e aceitar e lidar com aquelas que nos fazem mais desconfortáveis e focar em potencializar o que temos de melhor. Às vezes nos prendemos tanto na dor que não percebemos as oportunidades de desenvolvimento à nossa volta.

PROBLEMA OU SOLUÇÃO?

Olhar para uma situação como um problema nos paralisa. Já quando encaramos as situações como desafios, há um estímulo para que busquemos a solução. Tudo parte de nosso olhar diante das circunstâncias.

Além disso, a sensação de culpa acontece quando nos vemos vítimas de uma situação. Esse é um sentimento que não nos coloca em movimento. Já quando tomamos o poder e nos responsabilizamos, passamos a encarar a situação como desafio e aprendizado, aproveitando a jornada.

“As circunstâncias não importam. O que importa é o olhar que nós vamos ter diante das circunstâncias.” Isso nos tira do patamar de vítimas das circunstâncias e nos dá poder para agir e nos movimentar diante dessas circunstâncias.

PROPÓSITO

O propósito não é necessariamente a nossa meta, é algo que está misturado aos nossos objetivos e com a apreciação da beleza do caminho. É aquilo que nos movimenta. A beleza da vida e da nossa jornada está em nos surpeendermos, na imprevisibilidade das coisas.

PALAVRAS FINAIS SOBRE AUTOCONHECIMENTO

Faça escolhas e reconheça que tudo são escolhas. Aceite ir para a sua jornada, compreenda que se você quer ver um arco-íris, faz parte entrar na tempestade. Empoderar-se significa retomar o poder que faz parte de nós.

Nessa jornada, podem ajudar a meditação, a leitura, a consciência de que estar com o outro abrem possibilidades, buscar apoio profissional. É importante equilibrar-nos e olharmos tanto para dentro quanto para fora. E por fim: ria de si mesmo! Não leve as coisas para o lado pessoal.

Indicações de leitura:
A Profecia Celestina

Um novo Mundo